Campanha Salarial 2014: Assembleia Geral aprova pauta de reivindicações

Brasília-DF, quinta-feira, 30 de novembro de 2023


Brasília, quarta-feira, 26 de março de 2014 - 14:23      |      Atualizado em: 27 de março de 2014

ACORDO COLETIVO

Campanha Salarial 2014: Assembleia Geral aprova pauta de reivindicações

Conheça as propostas centrais do ensino superior, para a rodada de negociação

A pauta de reivindicação da campanha salarial de 2014 do ensino superior foi analisada e aprovada pela categoria, por unanimidade, na segunda-feira (25), em Assembleia Geral Extraordinária, realizada no edifício Venâncio V, sala de reuniões da CTB.

O documento completo pode ser visto aqui. Dentre as principais reivindicações, estão:

• Reajuste salarial em 7,5%, de modo que haja recuperação do poder aquisitivo dos auxiliares;
• Aumento salarial de 7,5%, a título de ganho real;
• Abono salarial no valor de 50% do salário do auxiliar;
• Piso salarial por função e salário mínimo de R$ 1.500,00, para jornada de 40 horas semanais;
• Plano de saúde, sem ônus e sem custo ao trabalhador;
• Auxílio creche em R$ 250,00;
• Mudança na redação sobre o aviso prévio, de forma que fique clara a necessidade de respeito a este direito;
• Redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais, sem redução de salário;
• Plano de cargos e salário em todas as IES;
• Abono das faltas em caso de acompanhamento de filho de até 14 anos ao médico, além de nove dias para licença gala e luto;
• Dispensa para eventos do Sindicato;
• Auxílio Educação, com bolsa integral estudos;
• Bolsa de estudo em outros estabelecimentos;
• Auxílio alimentação de R$ 20,00 diário;
• Entrega obrigatória de uniformes ao auxiliar a cada seis meses;
• Adicional de 30% para todos os auxiliares que trabalharem em situação de insalubridade e periculosidade, bem como CIPA;
• Inclusão de 60 dias, para além dos 180 previsto na legislação, em estabilidade materna;
• Qualificação e formação profissional
• Delegado representante.

O documento foi escrito observando as reivindicações dos auxiliares, coletadas nas diversas visitas que o SAEP tem feito às instituições de ensino superior do DF. Além disso, alguns tópicos são contribuições do setor de homologação e sugestões recebidas por telefone, e-mail ou por visitas de auxiliares à sede do SAEP. As convenções de outras categorias também serviram de base para a elaboração da pauta.


A proposta foi encaminhada ao sindicato patronal (Sindepes), com objetivo de iniciar as negociações que gerarão a convenção coletiva deste ano. "Temos condição de fazer uma convenção melhor, que atenda os trabalhadores que têm tantas demandas reprimidas", disse Lacerda.









Últimas notícias

Notícias relacionadas



REDES SOCIAIS
Facebook Instagram

Sindicato dos Auxiliares de Administração Escolar em Estabelecimentos Particulares de Ensino no Distrito Federal

SCS Quadra 1, Bloco K, Edifício Denasa, Sala 1304,
Brasília-DF, CEP 71398-900 Telefone (61) 3034-8685
recp.saepdf@gmail.com