"Uma mentira repetida muitas vezes se torna verdade"

Brasília-DF, quarta-feira, 12 de dezembro de 2018


Brasília, quinta-feira, 18 de janeiro de 2018 - 10:32

"Uma mentira repetida muitas vezes se torna verdade"


Fonte: Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé

Você acredita em tudo que vê na internet? Saiba que as "fakenews" (notícias falsas) são disseminadas nas redes sociais, através de robôs que compartilham massivamente mentiras, com aparência de verdade, para construir opinião na sociedade. Veja as principais fakenews de 2017.

Há três fakenews em discussão na economia brasileira:

Fakenews 1 – a reforma trabalhista não afetará o nível do emprego

É evidente que não. O que define o nível de emprego é a demanda e o nível de automação da empresa. Se a empresa precisa de 100 funcionários para manter a produção, irá manter os 100 funcionários com ou sem lei trabalhista.


O que a lei provocará será a precarização do emprego e o aumento da rotatividade. E como haverá pequena reação cíclica da economia, é até possível que o desemprego seja reduzido.

A comparação correta, portanto, será do crescimento da massa de salários x crescimento do PIB.

Fakenews 2 – a recuperação da economia

Está havendo uma celebração indecente da suposta recuperação da economia. É evidente que, após uma queda pesada da economia, haja algum nível de recuperação.

Aliás, a fase mais favorável à do crescimento e após a grande queda, pois existe capacidade ociosa na economia que poderá ser utilizada sem grandes investimentos.

As projeções mais otimistas indicam que levará 23 trimestres para o PIB retornar aos níveis pré-crise. Que rapidez é essa?

Fakenews 3 – a inflação abaixo da meta é uma vitória

Inflação fora da meta é erro, seja acima ou abaixo. Acima, é sinal de descontrole. Abaixo, é sinal de recessão. O próprio Banco Central estima que em 2017 a política monetária tirou 0,8% do PIB.

E taxa de juros que conta é a real, aquela que se situa acima da inflação. A taxa real hoje em dia está em mais de 4% ao ano, contra quase zero de economias maduras.
 









Últimas notícias

Notícias relacionadas



REDES SOCIAIS
Facebook

Sindicato dos Auxiliares de Administração Escolar em Estabelecimentos Particulares de Ensino no Distrito Federal

Ed. Venâncio IV, Sala 403, 4° andar - Setor de Diversões Sul - CONIC
Brasília/DF - CEP: 70300-000
Telefone: (61) 3034-8685 - Fax: (61) 3034-8688
sec.saepdf@gmail.com